Connect with us

Hi, what are you looking for?

Feira do Livro BrasíliaFeira do Livro Brasília

Educação

7 Dicas para estudar e aprender mais

[vinheta] [Débora] Hã… Oi, gente!
Tudo bem com vocês? Sejam bem-vindos a mais
um vídeo desse canal. E um vídeo muito especial! Porque 2020 foi muito desafiador, e
a gente quer que 2021 seja diferente. Então, hoje eu trouxe sete dicas
pra gente fazer isso acontecer! E esse vídeo tá sendo feito
em parceria com o Kumon que pra quem não conhece,
é uma metodologia incrível que foi desenvolvida no Japão,
em 1958, e já conquistou o mundo. Só no Brasil,
tem 180 mil alunos. E eles oferecem quatro
disciplinas, que são: Matemática, Português,
Inglês e Japonês. No Kumon, você estuda de maneira
autodidata, no seu ritmo, e aprende a desenvolver
várias habilidades. Especialmente raciocínio
lógico e concentração. E o método Kumon funciona
a partir de exercícios. São exercícios selecionados de
acordo com as suas habilidades, independente da sua idade,
independente da sua série. Ou seja, qualquer um pode fazer. E à medida que você vai
progredindo nos exercícios, você vai evoluindo nos estudos, e eles
vão ficando cada vez mais desenvolvidos. Você aprende a estudar sozinho,
e a complexidade dos exercícios só aumenta quando você
domina o nível que você tá. Você começa fazendo um teste de nível,
pra identificar as suas necessidades e vai evoluindo de acordo
com o seu ritmo. É incrível! Eu vou deixar mais detalhes na
descrição, e não deixem de conferir. Porque todas as
unidades do Brasil estão com matriculas gratuitas
até o dia 20 de março, tá? E agora, vamos
pras dicas, né, pessoal? Sete dicas pra tornar 2021 diferente,
que é o que todo mundo quer. ♪ A primeira delas é uma
coisa que eu faço todo ano e definitivamente me ajuda muito,
que é começar definindo como foi o ano anterior, né, anotando
tudo que você fez no ano anterior mesmo as coisas ruins,
as coisas boas, enfim. Tudo que você realizou, as coisas
que aconteceram no ano anterior e as metas pra esse ano. E aí, pessoal, pra te facilitar,
eu recomendo que você pegue um papel e
divida a sua vida em áreas. Que aí, as áreas que eu gosto de
utilizar são: família, relacionamentos estudos, trabalho e
carreira, saúde física saúde mental e lazer,
e vida pessoal. Que aí, você começa definindo, né,
como que foi 2020 em relação à família. “Ah, eu passei muito tempo
com a minha família eu melhorei o meu relacionamento
com os meus irmãos”. Em relação a trabalho. Ah, “arrumei um novo emprego”,
ou então “perdi o meu emprego”. Então a meta pra 2021
é ter um novo emprego. Enfim, mesmo as coisas ruins, pra
você definir o que aconteceu em 2020 e quais são as suas metas pra 2021,
pra cada área da sua vida. Porque teve áreas que podem ter sido boas,
tem áreas que podem ter sido ruins. Enfim, esse é um exercício muito bom
pra você ver as coisas com mais clareza e conseguir definir onde
que você precisa focar mais. Então faça isso, pegue um papel,
separe essas áreas e defina, né, como que foi o seu ano anterior, e como
que você quer que seja esse ano agora. A segunda dica é começar do
básico pra se sentir confiante. Por que, pessoal? Ninguém nasce sabendo
de tudo, ninguém nasce expert em tudo. Todo mundo tem que começar
do baixo pra ir melhorando, à medida que for
aprendendo mais. E o que eu quero dizer com
isso, né, começar do básico? Ainda mais que esse
canal fala de estudos. E depois de um ano que
a gente percebeu tanto, né, que muitas coisas
fogem do nosso controle a gente precisa entender
que existem fases que a gente precisa
respeitar, sabe? Que não dá pra gente pular
algumas etapas da nossa vida especialmente em relação
ao aprendizado, né. A evolução não é
um processo linear, não é que hoje você começa a
estudar e você só vai melhorar. Vão ter momentos em que o seu
desempenho vai descer um pouco ou então você vai
passar por dificuldades. Mas isso tudo faz parte
do processo de aprendizado. Isso não só na questão
dos estudos, mas na vida. Então, se você quer que
esse ano seja diferente, encontre o ponto onde você tá
e comece do básico pra você ter confiança
em si mesmo pra você entender melhor as
etapas da vida onde você tá. E aí sim, você conseguir evoluir. Isso, inclusive, faz parte
da filosofia do Kumon, né? A evolução não é
um processo linear e todo percurso faz
parte do aprendizado, né. Esses momentos de queda,
esses momentos de dificuldades fazem parte da sua evolução e a gente
precisa abraçar esses momentos. Então, comece do básico,
comece por pouco pra você se sentir confiante em evoluir,
em crescer, em assumir riscos e sair da sua zona de conforto
em todas as áreas da sua vida. Então, uma meta
que eu tenho pra 2021 que faz parte da filosofia
Kumon é essa, né. Progredir respeitando
o meu tempo, mas sem desistir quando
as dificuldades aparecem. A terceira dica é criar
uma rotina de estudos, ainda mais agora que a gente
tá estudando em casa. Mesmo que você
não tenha muito hábito, ou não se dê bem com agendas e cronogramas
de estudo que são muito detalhados. O que importa, nesse momento,
é você simplesmente colocar os estudos como
um hábito na sua vida ou então inserir outros hábitos
que você quer colocar, né. Então assim, pessoal, se você quiser
fazer o cronograma de estudos, que é o que eu recomendo muito. Ou então simplesmente um
cronograma pra sua semana, né, pros seus horários
estarem mais definidos. O que importa não é você
decidir, no início do ano, tudo que você vai fazer até
o dia 31 de dezembro. Não! O que importa é você definir, por
exemplo, quais são as suas atividades que eu chamo de
“compromissos inadiáveis”, né. Que são, por exemplo,
trabalho, escola, né, essas coisas que têm horários
definidos que você não pode mudar. Pra que nos horários que são
livres, né, nos demais horários que você pode controlar,
você definir o que você vai fazer. Por exemplo, o nosso objetivo não
é definir que no dia 20 de dezembro, cinco horas da tarde, você
vai estudar geografia. Não! O nosso objetivo é,
por exemplo, criar o hábito de que toda segunda-feira
à tarde, você vai estudar independente do que for, sabe?
Então, criar um horário pras coisas. Essa é uma ótima dica pra
você montar um cronograma. Então, pessoal, pra você montar o
seu cronograma, e um cronograma que vai dar pra você seguir,
né, porque não vai ser tão rígido. Primeiro, você vai marcar quais
são esses compromissos fixos, né. Escola, trabalho, tempo que você
leva de transporte, essas coisas. Depois, você vai marcar em quais
momentos que você vai estudar. E aí, você vai respeitar
também as atividades vai deixar tempo no seu dia
pras suas atividades diárias. Por exemplo, as suas refeições,
tomar banho, atividades domésticas, né, essas coisas que todo
mundo tem que fazer. E aí, em quarto lugar, é muito
importante se você puder deixar pelo menos meia hora,
todos os dias, ou pra você revisar as coisas que você estudou
no dia, no dia anterior. Ou então pra você
tirar o atraso, né. Sabe quando a gente tá
com matéria acumulada? Deixa pelo menos meia hora do seu dia
pra você resolver essas pendências. Ou pra você revisar as
coisas que você estudou ou então pra você
ir tirando o atraso. Porque é normal, muitas vezes a gente
deixa acumular matéria mesmo. Mas se todos os dias, você já
se preparar pra ter um tempo pra fazer isso, vai aliviar
muito, muito, muito a sua rotina. Basicamente, pessoal,
o foco não é definir hoje tudo o que você vai fazer,
toda hora, até o final do ano. Não! É colocar os estudos na sua rotina,
e definir em quais momentos que você vai estudar, vai trabalhar,
independente do que seja pra isso faça parte da sua
rotina e você se acostume. A quarta dica pra que 2021 seja
diferente é começar algo novo seja um hobby, aprender a bordar,
uma atividade física, um clube do livro,
aprender um novo idioma. Já pensou em fazer inglês,
ou japonês no Kumon? É um método de estudo individualizado
que ainda vai turbinar o seu currículo! Mas independente da atividade,
comece algo novo! Seja de lazer, seja de estudo,
seja uma atividade física. Com certeza, vai contribuir
pro seu crescimento pessoal e vai te fazer bem, e vai fazer
com que esse ano seja diferente. Comece algo novo! A quinta dica é cuidar da
saúde mental e da motivação. E isso, eu não preciso
nem explicar, né, pessoal? Saíram vários estudos mostrando
que grande parte da população tá sofrendo com a saúde mental e que 2020
definitivamente não ajudou com isso, né. Então, uma coisa que a gente
precisa aprender pra 2021 é que auto cuidado
não é só fazer skincare e comer fruta,
e beber água, não, pessoal. Auto cuidado também é
cuidar do seu emocional. Se você puder fazer terapia,
ou então simplesmente fazer atividades que te façam bem,
conversar com pessoas a respeito cuidar da sua motivação também, né,
pra que a gente não acabe desmotivado. Passar mais tempo com
familiares, com amigos menos tempo na tecnologia,
enfim, cuidar do seu coração porque isso com certeza vai fazer
com que esse ano seja diferente. A gente precisa, né, essa é uma coisa
que tá todo mundo enxergando. A gente precisa cuidar,
cada vez mais, do nosso emocional. Porque isso tá sendo
muito prejudicado, né. Grande parte da população
sofrendo aí com ansiedade tendo sintomas físicos mesmo
desse ambiente estressante que a gente tá vivendo e desse ano
estressante que a gente passou. Então, pessoal, uma coisa que
definitivamente você precisa fazer pra 2021 ser diferente é cuidar
do seu emocional, da sua motivação é praticar esse auto cuidado. Igual eu mencionei, não é
só fazer skincare, não, viu? É ser mais bondoso consigo
mesmo, é não se cobrar mais do que você cobra
de outras pessoas é você ter paciência com o
seu tempo, com o seu progresso. Enfim, é você fazer coisas
que vão te fazer bem. Se puder, fazer terapia,
esse tipo de coisa, né. Cuidar da motivação, pra
que a gente não fique cansado desmotivado, sem razão, né, pra
estudar, sem forçar pra continuar. Então, meta pra 2021:
cuidar mais do emocional. A sexta dica é estudar mais
ativamente pra ser produtivo. Focar nos exercícios, aproveitar
os seus picos de energia, né, os momentos do dia que você tá
com mais energia, mais disposto. Inserir na sua vida o lema:
“feito é melhor do que perfeito”. Por que, pessoal? Tem muita
gente que tem dificuldade de estudar de forma passiva,
e tá tudo bem! Ficar sentado muito tempo,
só assistindo aula ou então só lendo livro,
sem fazer nada. Tem muita gente que não
gosta desse tipo de estudo, né, que gosta de estudar mais com a
mão na massa, fazendo exercícios ou então assistindo aulas mais curtas,
vendo aulas diferentes, fazendo simulados. Se você é uma dessas pessoas,
não tem problema. Inclusive, que bom que você sabe a melhor
forma de estudo que combina com você. Então, uma forma de aumentar
a nossa produtividade pra 2021 é estudar de forma mais ativa. Focar nos exercícios, nos simulados,
aproveitar os seus picos de energia, né, os momentos do dia
que você tá mais disposto. Então, começa a analisar
no seu dia. Você tem mais energia
assim que você acorda, ou ao longo do dia,
antes de dormir? Né, verifica qual momento do dia
que você se sente mais disposto. E nesses momentos, vai fazer
as atividades mais laboriosas ou então estudar as matérias
que você tem mais dificuldade. Use isso ao seu favor, né, conhecer
como que o seu corpo funciona como que o seu cansaço
te afeta nos estudos porque isso é normal,
todo mundo passa por isso. E definitivamente, coloque
um novo lema na sua vida: “Feito é melhor do que perfeito”.
Larga o perfeccionismo, tá, pessoal? O nosso foco é finalizar
as nossas tarefas, realizar as tarefas sem essa preocupação
excessiva em fazer tudo perfeito, tá? É melhor fazer vários
exercícios errando alguns, do que ficar o dia inteiro
em um exercício só, porque ele precisa estar
completamente certo. É melhor ter várias anotações
com a letra garranchuda, do que ficar o dia inteiro
fazendo uma anotação só porque ela tem que estar perfeita, cheio
de adesivos, ilustrações e coisinhas. Então, feito é melhor do que perfeito.
Vamos inserir isso na nossa vida! E a sétima e última dica é você usar
o Método Cornell de anotações. Eu já expliquei ele antes aqui no canal,
sou apaixonada com esse método. E o que eu acho mais legal nele é
que ele não gasta muito mais tempo do que geralmente a gente
gasta pra fazer anotações mas ele economiza muito
tempo na hora de revisar. Por quê? Como funciona
o Método Cornell? Você vai dividir a sua folha
de caderno em três partes. Na lateral, você vai escrever
tópicos, ou palavras-chave, fórmulas que você tem que decorar,
datas importantes, conceitos-chave. Enfim, você vai
escrever tópicos curtos. Nessa maior parte da folha, você vai escrever as suas anotações
normalmente, como você faria. E aí, o segredo é que no final, você vai
deixar assim, cinco linhas, mais ou menos pra você escrever um resumo
de tudo que tá nessa página. Um resumo de tudo que você anotou,
um resuminho da matéria. Resumir em uma, duas frases,
isso que tá escrito na folha. E por que o Método Cornell
vai te poupar muito tempo? Mas porque na hora de revisar, você
não vai precisar ler o caderno inteiro. Quando você estiver
procurando a matéria, ou quando você precisar dar
uma revisão rápida, uma lida rápida, você pode ler só as
últimas linhas de cada folha que você vai estar
revisando aquele conteúdo. Então, isso é algo que não gasta
muito mais tempo na hora de fazer. Mas na hora de revisar,
economiza bastante tempo! É algo que vai te ajudar. Basicamente, porque o final
de cada folha do seu caderno vai ser tipo um sumário, né, uma
espécie de índice do que tá escrito lá. Vai ser mais fácil pra
você encontrar a matéria e pra você ler ela
novamente depois. E essas são as sete dicas
pra que 2021 seja diferente. Muito obrigada por ter
visto o vídeo até o final. E muito obrigada, Kumon,
por mais um ano juntos. Eu acho que esse é o terceiro
ano que a gente faz vídeos, que a gente faz
trabalhos juntos. Eu acredito muito
na metodologia deles. Já conheci, já visitei,
já usei demais. Então não deixem
de conhecer, pessoal. Lembrando que todas
as unidades do Brasil estão com a matrícula gratuita
até o dia 20 de março. Então não deixem de conferir,
vou deixar os links na descrição. Com certeza, isso vai te
ajudar muito, muito, muito. E vai contribuir muito pro
seu crescimento pessoal. Então, não deixem de
pesquisar e averiguar porque o método Kumon já
foi mais do que comprovado. 180 mil alunos só
no Brasil, né, gente? Pra 2021 ser diferente, você tem
que fazer alguma coisa diferente, né. Investir nos estudos sempre é uma
boa opção, pra hoje e também pro futuro. Estudar matemática, português,
inglês e japonês com o método Kumon já ajudou mais de quatro milhões
de pessoas ao redor do mundo. E com certeza
vai te ajudar muito! Não deixa de olhar, porque é o seu futuro.
E com certeza, você vai gostar. Então não deixe de ver
os links na descrição. E pros alunos do Kumon,
deixem nos comentários como que é a experiência de vocês,
o tanto que vocês gostam, etc. Muito obrigada pela paciência,
pra você que viu até o final. Um beijo e até o próximo vídeo. ♪